BIOGRAFIA

pablo carvalho santosPablo Carvalho Santos,
Nasci no dia 25 de setembro de 1983, na cidade de Guaratinga, interior da Bahia. Na minha infância freqüentava a igreja, levado por meus avos e pais, nascido em lar cristão sempre participei dos departamentos educacionais da igreja, ouvia com atenção as histórias bíblicas, e viajava sem sair do lugar na Escola Bíblica Dominical com tudo que era contado.
Aos 14 anos recebi Jesus como meu Salvador pessoal. Fui batizado em 20 de setembro de 1998, na Igreja Batista Ebenézer, pelo pastor Milton Gomes em Palmas - Tocantins.
Aos 18 anos de idade, assumi pela primeira vez um cargo na congregação Batista Hebrom, a qual estava se iniciando como igreja, juntos com uma liderança de jovens implantamos a unijovem, que já no primeiro ano somava 50 jovens membros ativos participantes. Planejei e participei de várias viagens missionárias no interior do Tocantins. Onde senti o chamado de Deus para missões.
Desfrutando de um bom emprego em Palmas - TO, não tive dúvidas quando decidi abandonar tudo para obter um preparo missionário específico, estudei na Escola Superior de Teologia do Espírito Santo (ESUTES) formado – me no curso de bacharel em teologia, Examinado  pela Ordem dos Pastores Sub-Sessão Rionovense,  no dia 18 de novembro de 2011, consagrado no dia 15 de dezembro do mesmo ano.
Casado com,
ariana silva leal santosAriana Silva Leal Santos, nascida em 19 de agosto de 1984, em Itabuna Bahia. Foi criada em lar dividido, mas hoje todos na sua casa servem ao Senhor.
Teve sua conversão no ano de 1995, foi batizada no dia 11 de março de 2000 na Igreja Batista Nova Jerusalém em Porto Seguro pelo Pr. Samuel Profeta Ribeiro.
Sempre foi atuante na igreja, envolvida com trabalho em que estava ligada diretamente com as pessoas.
Começou a ter certo interesse por missões depois que foi a uma associação na cidade de Belmonte BA, onde aconteceu um momento missionário. –“Fizeram uma apresentação falando a respeito das cidades que ainda não tinham uma igreja evangélica e eu fiquei abismada com o número de cidades citadas”. Falaram também sobre a falta de obreiros para o trabalho do Senhor.
“-Aquilo falou muito comigo, mas não sabia como que era o processo, o que era preciso fazer para ser um missionário, conversando com o pastor então disse a ele que queria ir para o seminário me preparar para o campo”.
Sua decisão foi questionada por muitos, falavam que ela era muito nova que deveria cursar uma faculdade, pois o seminário não oferecia um curso reconhecido ou com estabilidade financeira. Foi enviada para o seminário pela Igreja Batista Nova Jerusalém (Porto Seguro BA).
Os primeiros anos foram os mais difíceis, tiveram que se mudar, pois, só havia Seminário Batista na cidade de Itabuna,para seguir o seu sonho a sua família encontrava-se separada, pois a sua mãe e irmã também foram com ela e o seu pai continuou morando em Porto Seguro por motivos de trabalho.
Passou a ser membro da Igreja Batista da Esperança em Itabuna, a qual recomendou novamente para o seminário, hoje formada, Bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Batista Grapiunense (STBG).
Participou de vários projetos entre eles, o Transbahia, que foi muito marcante em sua vida, foi através do projeto que descobriu a paixão por missões. Ali ela pode ver o quanto às pessoas estão carentes do amor de Deus e o que falta são obreiros que estejam realmente comprometidos com Deus e dispostos para leva a palavra às mesmas e demonstrar o amor de Deus através de atos. Missão está em seu coração e o mais importante, Tem muita vontade e disposição para fazê-la.
“- Costumo dizer para meus amigos que quem nasceu para servir a Deus, levar a sua palavra àqueles que necessitam não sabe fazer outra coisa se não anunciar a palavra de Deus”. 

Deixe aqui, seu recado, comentário, sugestão...

-->

O que um homem espera de uma mulher de Deus- Felipe Heiderich